sexta-feira, 28 de maio de 2010

TPM

TPM é algo, assim, inexplicável. Por mais que a ciência tente explicar, não tem jeito.
Na verdade, essa fase nada mais é do que uma explosão de feminilidade, onde tudo aquilo que fica mto tempo guardadinho dentro dos corações femininos se revolta e pede pra sair. E cada mulher tem uma forma de expressar... ficamos bravas, estressadas, choronas, intocáveis, insaciáveis, famintas, gulosas, CHOCÓLATRAS, ALCOÓLATRAS...

Ontem eu estava assim. Olhavam para mim eu abria o bocão.. afffff, coisa ridícula!
Chorei mto, mas na verdade essa situação de quase tudo ter q pedir para fazerempor mim, ter que pedir ajuda, atrapalhar a vida alheia com coisas que os outros têm que fazer para mim, não está sendo fácil. Às vezes eu queria não ter que comer para que meus pais não tivessem que vir todos os dias na hora do almoço me alimentar; queria trabalhar para que meus pais não tivessem que ficar indo até uma outra cidade resoolver burocracias para mim, atrapalhando seus próprios horários de trabalho; queria poder me movimentar sem dor para que pudesse sair com meu noivo aos finais de semana pois ele já está com problemas demais para que eu fique o prendendo em casa; também queria que essa dor passasse para poder fazer amor; também queria que a dor passasse para poder terminar as coisas do meu casamento...

São tantas pequenas coisas que se tornam enormes.

Tudo bobagens, mas são as minhas bobagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Twitter / ferzinharod